setenta e cinco

2006 foi até agora o pior ano de todos. ser jornalista é ter uma das mais perigosas profissões do mundo… ainda no outro dia um jovem que visitava a editoria, integrado numa visita de estudo, perguntava o que era preciso para ser repórter de guerra; eu disse-lhe que não era bem o glamour e o fascínio que pensava, e que é também a maneira mais rápida de passar-se para o lado de lá…

mas nem sempre são reporteres de guerra. este ano foram setenta e cinco. link.

technorati tags:, , ,

Blogged with Flock

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: